Como a previdência privada pode ajudar no planejamento sucessório?

Planejamento soucessório

Quando as pessoas pensam em plano de previdência privada, é comum associá-lo apenas à aposentadoria. Mas além de oferecer um complemento ao tradicional benefício pago pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), esse tipo de investimento garante proteção financeira e acúmulo de patrimônio no longo prazo e é um dos recursos que podem ser utilizados no planejamento sucessório.

Apesar de o testamento ser a ferramenta mais utilizada na sucessão patrimonial, a previdência privada vem ganhando cada vez mais adesão entre os brasileiros, pois é considerada uma solução prática e sem burocracia, que garante segurança e tranquilidade financeira para as famílias.

Se você quer saber as principais vantagens da previdência privada e como ela pode contribuir no planejamento sucessório, continue a leitura deste artigo!

Por que optar pela previdência privada?

Como imprevistos podem acontecer em qualquer momento, elaborar com antecedência o planejamento sucessório é fundamental para diminuir as divergências entre os herdeiros, acelerar o processo de inventário e garantir liquidez para a sucessão patrimonial.

Dentro desse contexto, ao optar por transferir o patrimônio por meio da previdência privada, é possível reduzir o impacto fiscal e tributário e ainda economizar com impostos, despesas processuais e honorários advocatícios.

Além de o investimento permitir que o contratante mude os beneficiários a qualquer momento, assim como o percentual de benefício correspondente a cada um, o dinheiro é disponibilizado de forma rápida e descomplicada, visto que não está sujeito ao processo de inventário.

A liquidez que a previdência privada oferece é essencial para garantir recursos às famílias que estão enfrentando um processo de inventário ou mesmo passando por dificuldades financeiras, em função do falecimento de uma pessoa que desempenhava o papel de provedora de renda. Essa vantagem acaba evitando o gasto desnecessário do patrimônio que será herdado.

Como fazer a transferência do patrimônio?

No caso da previdência privada, a transferência do patrimônio pode ser realizada de duas formas:

Plano PGBL

Para quem faz a declaração completa do Imposto de Renda (IR), por exemplo, a modalidade PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre) é a melhor opção, uma vez que é possível deduzir as contribuições do plano de previdência em até 12% da renda bruta anual tributável. Nesse caso, o plano funciona como um adiamento do imposto, uma vez que ao fazer um resgate ou receber a renda, será realizada a cobrança do IR.

Plano VGBL

Já a modalidade VGBL (Vida Gerador de Benefício Livre) é mais adequada para as pessoas que declaram o IR no modelo simplificado, visto que os impostos são aplicados apenas sobre os rendimentos, e não sobre todo o montante.

Como escolher um plano de previdência privada?

Agora que você já sabe como a previdência privada pode contribuir no planejamento sucessório, é preciso escolher um plano que proporcione uma boa rentabilidade e seja adequado às suas necessidades e objetivos.

O plano de previdência da OABPrev-SP pode ser um grande aliado na hora de garantir tranquilidade financeira para a sua família no momento da sucessão patrimonial. Além de oferecer segurança, flexibilidade e taxa zero de carregamento sobre a contribuição, o produto conta com abono anual, facilidade de contratação e transparência de informações.

Para tornar todo o processo ainda mais prático, você também pode calcular os valores das aplicações e os respectivos rendimentos ao longo dos anos no nosso simulador de renda. Todas as informações do seu plano ficam reunidas em uma área segura e de acesso restrito no site da OABPrev-SP, e é possível consultá-las quando quiser.

Faça uma simulação e entre em contato conosco!

Nova área interna - Tela 2

Nova versão da Área do Participante

Olá participante! Como você sabe, estamos sempre em busca de melhorias e benefícios para todos os participantes da OABPrev-SP. E a mais recente novidade é