Rentabilidade da OABPrev SP volta a superar CDI e Poupança; inflação não preocupa

2020-11-11T13:43:37+00:00 quarta-feira ,16/09/2020|

A OABPrev-SP alcançou em julho rentabilidade de 1,47%, mesmo mês em que o CDI foi de 0,19% e a Poupança rendeu 0,13%. O resultado ratifica o êxito da política de investimento da entidade que, mesmo com as intempéries econômicas causadas pela pandemia do novo coronavírus, obteve no segundo trimestre rentabilidade de 4,10%, afastando o temor de perdas financeiras.

Hoje, a atenção dos investidores brasileiros centra-se no comportamento da inflação, que sinaliza alta com o aumento dos preços de alimentos e combustíveis. Contudo, convergem os especialistas, não há risco de crescimento inflacionário significativo.

“O IGPM tem crescido de fato, está muito maior que o IPCA. Em um período normal, imaginaríamos um efeito de transmissão do IGPM para o IPCA mas, como estamos num momento atípico, e dada à grande queda de demanda, por ora não vemos o IPCA sendo impactado”, explica Nathan Batista, sócio da consultoria Aditus, parceira da OABPrev SP.

Segundo o economista, a chamada inflação implícita prospectiva para os próximos três anos não aponta para um distanciamento da meta, “pelo contrário, ela está bem ancorada”.

Percepção semelhante tem a equipe técnica da Icatu Vanguarda, empresa parceira do fundo da advocacia na gestão de investimentos. “O cenário permanece bastante benigno para o Banco Central, com núcleos e serviços em níveis extremamente baixos. Para setembro, esperamos aceleração da inflação em 12 meses, ainda com contribuições de gasolina e alimentos. Mas, a partir de novembro deveremos observar os preços voltarem a desacelerar”, avaliam os técnicos da Icatu.

No caso da OABPrev SP, o tema não preocupa. Diversificada, a carteira possui ativos lastreados à inflação e, em eventual repique inflacionário, os ativos atrelados ao IPCA seriam beneficiados.

“Nossas exposições em inflação via NTN-B (Notas do Tesouro Nacional / série B) são uma proteção contra a inflação. Elas estão ali com objetivo de juro real mais inflação”, tranquiliza Nathan Batista. E prossegue: “Depois de março, que foi um mês muito impactante, vimos a carteira da OABPrev SP ter uma recomposição nos fundos multimercados, na renda variável e também na renda fixa. Além disso, nossa parcela de aplicações no exterior se beneficiou da valorização do dólar frente ao real e da própria valorização do ativo-base lá fora”.

De acordo com a equipe da Icatu Vanguarda, a desvalorização significativa da Bolsa brasileira no ano, por óbvio, foi negativa para OABPrev SP. Contudo, os fundos de inflação, crédito, investimento estruturado e investimento no exterior contribuíram positivamente para a performance do fundo.

“Entendemos que, dado o balanço de riscos do cenário atual, o posicionamento do fundo da advocacia é adequado para o cenário prospectivo”, conclui a Icatu.

Mais Notícias OABPrev

Para aperfeiçoar a comunicação com seus participantes, a OABPrev-SP lançou em maio de 2019 um novo dispositivo eletrônico - o chat online, em que é possível tirar dúvidas, obter informações detalhadas sobre o plano, solicitar segunda via de documentos, como acessar a área exclusiva ou o app Meu [...]

Desde junho de 2018, a OABPrev SP não cobra taxa de administração dos seus contribuintes – a própria entidade arca com os custos administrativos, diferentemente do que fazem as outras entidades de previdência complementar. “Graças à solidez que alcançamos e depois de um estudo que nos deu segurança [...]

A gestão da OABPrev SP que se encerra em dezembro de 2020 carregará algumas marcas indeléveis, como a da inauguração da nova sede da entidade, em junho de 2018, e o alcance dos 50 mil participantes, em novembro de 2019, numero que hoje subiu para 51.318, perfazendo um [...]

Fale com nosso chat