Rendimento da OABPrev-SP no primeiro semestre supera com folga CDI e Poupança

2019-08-21T14:34:13+00:00 quarta-feira ,07/08/2019|

Metade do ano se foi e nesses seis meses a OABPrev-SP atingiu rentabilidade de 4,45%, o equivalente a 144% do CDI (Certificados de Depósito Interbancário), que no mesmo período alcançou 3,07%. De janeiro a junho de 2019, OABPrev-SP também superou com folga os 2,25% de rentabilidade da Poupança . O patrimônio atual do fundo da advocacia é de 825 milhões de reais.

“Obtivemos um resultado muito satisfatório, tendo em vista as incertezas do mercado e a baixa rentabilidade dos títulos atrelados à taxa básica de juros. Seguimos nossa política de investimento, realizando adequações ao cenário econômico mas sempre priorizando o trinômio rentabilidade – segurança – liquidez”, afirma o presidente da OABPrev-SP, Marcelo Sampaio Soares.

O desempenho positivo da OABPrev-SP veio graças à carteira de investimentos estratégica construída pela entidade e suas parceiras Icatu Vanguarda, gestora de recursos, e Aditus, consultoria financeira, que compensou a perda de rentabilidade nos títulos públicos indexados à taxa básica de juros (Selic), com o menor aumento de risco possível.

Estiveram no foco da OABPrev-SP no primeiro semestre a classe de dividendos, fundos de ações mais acautelados e os títulos de crédito privado, estes indexados ao CDI, sintoma de que a entidade teve percepção antecipada do movimento da economia.

“Antevimos que, dada a ancoragem das expectativas de inflação, a fraqueza da atividade traria à tona a discussão quanto à queda da taxa Selic, e alocamos nossos portfólios para se beneficiarem desse cenário”, disse ao OABPrev Informa Bruno Horovitz, sócio da Icatu Vangarda. “Hoje, é necessária maior diversificação de estratégias, buscando investimentos um pouco mais voláteis, mas que entregam rentabilidades superiores à renda fixa tradicional”, explicou Horovitz.

Mais Notícias OABPrev

Metade do ano se foi e nesses seis meses a OABPrev-SP atingiu rentabilidade de 4,45%, o equivalente a 144% do CDI (Certificados de Depósito Interbancário), que no mesmo período alcançou 3,07%. De janeiro a junho de 2019, OABPrev-SP também superou com folga os 2,25% de rentabilidade da Poupança [...]

O momento da economia brasileira, com taxa básica de juros a 6,5% (viés de baixa) e inflação abaixo da meta (3,80% ao ano, em julho), tem desafiado as entidades fechadas de previdência complementar, que tradicionalmente priorizam os títulos públicos pelo baixo risco e a boa rentabilidade agregada.  Apesar [...]

O Conselho Nacional de Previdência Complementar (CNPC) realizou sua primeira reunião neste governo no último dia 25 de julho, em Brasília. Em pauta, temas como os desdobramentos da reforma da Previdência, aprovada em primeiro turno na Câmara dos Deputados, a operacionalização das regras do CNJ por plano e [...]

Fale com nosso chat