Pesquisa da Previc mostra que previdência fechada resiste bem à pandemia

2020-07-17T18:03:26+00:00 sexta-feira ,10/07/2020|

Ninguém passa incólume pela pandemia do novo coronavírus – nem pessoas, nem empresas, nem instituições. Não é diferente no campo da previdência complementar, mas os planos fechados, mesmo afetados, mostram resiliência ímpar. Assim está demonstrado em estudo feito pela Previc (Superintendência Nacional de Previdência Complementar) perante 260 fundos de pensão, dentre quais 161 desenvolveram plano de contingência para enfrentar a crise.

A Previc  apurou que apenas 50 entidades tiveram de se desfazer de ativos para pagar benefícios, e 245 não apresentaram e tampouco apresentarão problemas de liquidez no próximos 12 meses. Dos 260 fundos pesquisados, 104 projetam superávit, 66 anteveem déficit e 34, déficit equacionável em 2020.

A esses dados soma-se outro, talvez o mais relevante: 229 entidades não registraram aumento dos resgates durante a pandemia.

“Os números levantados pela Previc comprovam a solidez do sistema e, mais do que isso, mostram que as EFPCs em geral tomaram todas as medidas necessárias para enfrentar a pandemia, tanto financeiras quanto administrativas”, avalia o presidente da OABPrev SP, Marcelo Sampaio Soares.

“Os planos de previdência estão atravessando de forma segura os reflexos da pandemia na economia. Domesticamente, a OABPrev SP vai bem e a rentabilidade dos investimentos está na ascendente. A governança não foi prejudicada, pois através do teletrabalho realizamos até mesmo reuniões extraordinárias dos colegiados. Criamos a linha de empréstimos com a menor taxa de que se tem notícia. E agora, cumprindo os protocolos, estamos retornando às atividades presenciais”, discorre o presidente do Conselho Deliberativo do fundo de previdência da advocacia, Jarbas de Biagi.

No campo administrativo, segundo o estudo da Previc, 253 dentre os 260 fundos de pensão pesquisados mantêm suas reuniões virtualmente. Além disso, 238 não verificaram prejuízo aos participantes em razão do trabalho remoto adotado.

“As entidades também vão bem, conforme atesta o acompanhamento eficaz e competente da Previc. Somos otimistas e acreditamos que após a pandemia a sociedade como um todo estará mais forte”, destaca Jarbas de Biagi. E cooncita: “Estamos com o processo eleitoral em andamento. Pedimos aos participantes que acompanhem, se candidatem e, mais à frente, votem. Ou seja, participem ativamente. É nosso sonho – de todos os integrantes e parceiros da OABPrev SP – que todo advogado e seus dependentes tenham proteção previdenciária. Com essa proteção nossa vida será melhor”.

Mais Notícias OABPrev

O novo presidente da OABPrev SP carrega na bagagem 22 anos de advocacia e três gestões como presidente da Subseção de Campinas da OAB SP. No plano de previdência da advocacia já foi diretor administrativo e de Benefícios, membro e vice-presidente do Conselho Deliberativo. Aos 45 anos, Daniel [...]

“É fundamental uma aproximação maior entre a OABPrev SP e as Subseções da OAB.  Na verdade, é justamente essa aproximação que servirá de mola propulsora para aumentar o número de adesões”. As palavras são de Leandro Aguiar Piccino, novo presidente do Conselho Deliberativo do fundo de previdência da [...]

Transparência absoluta e rigor no cumprimento da Lei Geral de Proteção de Dados estão no foco da nova presidente do Conselho Fiscal da OABPrev SP, Luiza Gomes Gouvêa Miranda. Advogada desde 2010 e atual secretária-geral adjunta da Subseção de Franca da OAB SP, ela é direta ao comentar [...]

Fale com nosso chat