Otimismo com cautela: OABPrev-SP está atenta ao cenário econômico

2019-02-21T16:43:08+00:00 sexta-feira ,18/01/2019|

Após os primeiros dias de governo do presidente Jair Bolsonaro, o mercado mostra-se otimista com a agenda econômica anunciada pelo ministro da Economia, Paulo Guedes. O Ibovespa, principal índice do mercado de ações brasileiro, superou no dia 14 de janeiro, pela primeira vez, os 94 mil pontos, marcando novo recorde de fechamento na bolsa de valores brasileira, a B3. Com o amparo de suas parceiras técnicas – a Icatu Vanguarda, gestora de recursos, e a Aditus, consultora financeira – a OABPrev-SP está atenta ao cenário.

Por ora, os fundamentos econômicos deste início de ano permanecem no ponto em que se encontravam no fim do governo Temer. A inflação comportada traz conforto e estabilidade à taxa básica de juros (Selic), que segue em sua mínima histórica, de 6,5%, elevando o otimismo do mercado.

Os investimentos em renda fixa, majoritários na OABPrev-SP por conta de sua natureza previdenciária, tendem a render menos na atual conjuntura econômica. Segundo o sócio da Aditus, Nathan Batista, isso força a uma nova operação de diversificação entre classes de ativo mais arrojados para que o fundo da advocacia continue com ganhos expressivos, sem abrir mão da segurança. “A OABPrev-SP apresenta uma política de investimento que oferece os instrumentos para uma adequada persecução da sua meta de rentabilidade, com a observância dos parâmetros de risco e liquidez”, observa Batista, que integra o Comitê de Investimentos da entidade.

Bruno Horovitz, sócio da Icatu Vanguarda, explica a estratégia de investimentos a ser adotada neste primeiro semestre: “Deverão ser mais exploradas as alocações em renda variável e fundos multimercados, que se apropriam de oportunidades nos mercados local e internacional”.

Em 2018, a OABPrev-SP transferiu alguns investimentos em renda fixa para outras classes de ativos, o que lhe garantiu uma rentabilidade de 6,28% de janeiro a novembro (o CDI bateu em 5,90% no período). Horovitz pondera que investimentos mais voláteis demandam maturação para trazer retornos ainda mais expressivos.

Apesar dos ativos brasileiros estarem em alta, especialistas alertam que é essencial ao novo governo ter urgência em cumprir a agenda econômica prometida de forma pragmática, sob pena de ver sua lua de mel com o mercado precocemente encerrada, já que o cenário externo está indefinido, principalmente pela desaceleração da economia chinesa e o possível contágio da economia americana.

Como não é raro que quadros de euforia em mercados de ativos deem lugar a frustrações, a OABPrev-SP mantém-se precavida. “A alocação em classes de ativos distintas, como renda fixa, renda variável, multimercados e outras, é realizada observando a construção de uma carteira eficiente sob o binômio retorno-risco. Isso posto, a prudência se dá pela alocação eficiente dos ativos, mitigando-se assim resultados negativos extremos em situações adversas”, destaca Batista.

Horovitz assegura que a Icatu Vanguarda está atenta a possíveis exageros na precificação das classes de ativos: “Em momentos como o atual, onde existe uma grande expectativa em torno das reformas e deste novo governo, é importante estar atento a dinâmica de mercado”.

Mais Notícias OABPrev

Metade do ano se foi e nesses seis meses a OABPrev-SP atingiu rentabilidade de 4,45%, o equivalente a 144% do CDI (Certificados de Depósito Interbancário), que no mesmo período alcançou 3,07%. De janeiro a junho de 2019, OABPrev-SP também superou com folga os 2,25% de rentabilidade da Poupança [...]

O momento da economia brasileira, com taxa básica de juros a 6,5% (viés de baixa) e inflação abaixo da meta (3,80% ao ano, em julho), tem desafiado as entidades fechadas de previdência complementar, que tradicionalmente priorizam os títulos públicos pelo baixo risco e a boa rentabilidade agregada.  Apesar [...]

O Conselho Nacional de Previdência Complementar (CNPC) realizou sua primeira reunião neste governo no último dia 25 de julho, em Brasília. Em pauta, temas como os desdobramentos da reforma da Previdência, aprovada em primeiro turno na Câmara dos Deputados, a operacionalização das regras do CNJ por plano e [...]

Fale com nosso chat