OABPrevs adotarão ações de aproximação com advogados mais jovens

2018-06-13T15:08:11+00:00 quarta-feira ,13/06/2018|

Uma série de ações conjuntas com vistas a trazer os advogados mais jovens para o fundo de previdência da advocacia foram discutidas durante o Encontro dos Presidentes das OABPrevs do Brasil, realizado na sede da OABPrev-SP nos dias 15 e 16 de maio. Entre essas medidas, destaca-se a adesão por meio digital, cujo sistema, estima-se, deverá estar concluído em dezembro próximo. “Sem sombra de dúvida, a adesão digital é importantíssima, principalmente para atingir o jovem, cuja abordagem é ainda um desafio”, salientou o presidente da OABPrev-SP, Marcelo Sampaio Soares.

      “Trata-se uma questão fundamental, que quebra um paradigma no sistema de venda de planos de previdência complementar”, afirmou o presidente da OABPrev Santa Catarina, Ezair Meurer Júnior. “Inverte-se a figura do consultor: ao invés de o consultor ir até a casa ou o escritório do advogado, o participante é que vem até nós mediante o formulário eletrônico”, explicou.

      Uma vez implantada a adesão digital, bastará ao advogado acessar o site da entidade previdenciária que abarque a advocacia do seu Estado e, mediante o usual sistema de login e senha, preencher um formulário eletrônico.

       O incentivo ao ingresso dos jovens advogados nos fundos da advocacia, como enfatizou o presidente da OABPrev Paraná, Welington Silveira, é prioritário: “Nós temos de mudar os nossos sistemas, as nossas cabeças, os nossos pensamentos, as nossas atitudes, para que consigamos atingir o jovem advogado dentro da linguagem dele. Toda essa efetividade está saindo desta reunião de São Paulo”.

      “Acredito que trazer o jovem advogado para dentro da OABPrev é nosso ponto fundamental hoje em dia, justamente porque o brasileiro não tem a consciência de olhar para o futuro”, assinalou Bernardo Andrade, diretor administrativo da OABPrev Minas Gerais.

      O Encontro das OABPrevs também serviu para que fossem debatidas ações de marketing comuns. O passo seguinte nesse campo, segundo Claúdia Bueno, diretora administrativa da OABPrev Rio Grande do Sul, será mostrar uma face da previdência descolada da ideia de inatividade. “Normalmente, a ideia de previdência é associada a morte, invalidez, incapacidade, momentos difíceis, envelhecimento. Hoje, trocamos várias experiências que nos levaram a pensar em associar as entidades a atividades mais positivas voltadas para a saúde, a qualidade de vida, e que podem identificar a marca OABPrev com coisas que tragam bem-estar aos advogados”, esclareceu.

      “Nosso grande legado é trabalhar pela fidelização do advogado, mantendo sua consciência e consolidando a cultura previdenciária”, disse o presidente da OABPrev de Goiás, Enil de Souza Neto. “Vamos continuar independentes, cada um em seu estado, mas estamos buscando ações nacionais, tanto que vamos participar coletivamente do Encontro Nacional da Jovem Advocacia, que acontece em agosto, em Brasília”, anunciou.

      O diretor administrativo e de Benefícios da OABPrev-SP, Paulo Carvalheiro, resumiu os resultados do Encontro com as seguintes palavras: “A troca de experiência foi muito positiva, porque nossos problemas em geral são comuns. Saímos daqui confiantes de que a OABPrev vai crescer muito mais em todo o país”.

Mais Notícias OABPrev

A partir de 2019, as entidades fechadas de previdência complementar contarão com um mecanismo de avaliação permanente dos procedimentos de dirigentes. Trata-se de um aperfeiçoamento do que já determinam a Resolução 19 do CNPC (Conselho Nacional de Previdência Complementar), de 2015, e a Instrução Normativa número 6 da [...]

Quando 2018 começou, com um nível historicamente baixo da taxa Selic, em 6,50%, investidores diminuíram sua presença na renda fixa tradicional, adotando perfil mais arrojado. Em tal cenário, a OABPrev-SP alcançou rentabilidade de 2,95% no primeiro semestre, superando com folga o desempenho da Poupança (1,91%). O panorama econômico [...]

A adoção de um sistema misto de previdência, em que convivam regimes de repartição e de capitalização, consta dos programas de alguns dos candidatos à Presidência da República, com diferenças pontuais entre si. Há proposta até de um sistema “multipilar”, muito parecido com o que propõe a Abrapp [...]