Fundos associativos têm crescimento efetivo, afirma presidente da Abrapp

2019-08-07T15:54:52+00:00 quarta-feira ,24/07/2019|

Coordenado pelo diretor-presidente da Abrapp (Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar), Luís Ricardo Marcondes Martins, o Comitê de Previdência Associativa da entidade divulgou na semana passada números atualizados sobre o crescimento do setor de 2016 a 2018: de 300 mil para 400 mil participantes. Em volume de patrimônio, os números saíram de 7,1 bilhões para 9,7 bilhões no mesmo período.

“Os números mostram que o segmento da previdência associativa é real, efetivo, e certamente será incrementado ainda mais com os planos Família, Setorial e instituídos que estão surgindo. Esse segmento de previdência complementar fechada tem um viés de crescimento junto com os fundos dos servidores públicos em nosso setor como um todo”, destaca Luís Ricardo. Entidades como a Quanta, Sicoob Prev, BB Previdência, Viva e OABPrevs, entre outras, têm alcançado boas taxas de crescimento com os planos instituídos.

Além da evolução ocorrida entre os planos associativos nos últimos dois anos, o Comitê debateu os temas atuais do sistema, como CNPJ por plano, Lei Geral de Proteção de Dados, o crescimento da implementação dos planos-família, e o viés de aperfeiçoamento e crescimento do setor ,que será discutida no 40º Congresso Brasileiro da Previdência Complementar Fechada, marcado para de 16 a 18 de outubro, em São Paulo.

Mais Notícias OABPrev

Qual o perfil do aposentado brasileiro? Pode ser o de um indivíduo que recebe parcos vencimentos do INSS e passa os dias sem a tranquilidade que merece quem trabalhou a vida toda. Ou pode ser o de uma pessoa que desfruta do sossego que caracteriza os mais previdentes. [...]

Ainda neste semestre deverá estar concluído o projeto #2020SemPapel, que tornará eletrônicos todos os procedimentos da OABPrev SP. Na sequência das ações modernizadoras iniciadas em 2019, o fundo da advocacia está finalizando o cadastramento dos e-mails de todos os participantes, boa parte dos quais não se comunicava com [...]

O que 2020 reserva para economia brasileira? Se tudo der certo, o PIB crescerá 2,3%, deixando para trás a quase estagnação verificada nos últimos anos. A inflação ficará na casa dos 3,6% e a Selic – taxa básica de juros – se estabilizará em torno dos atuais 4,5% [...]

Fale com nosso chat