Advogado conta por que migrou de dois fundos empresariais para a OABPrev SP

2020-02-20T17:18:25+00:00 quinta-feira ,23/01/2020|

Qual o perfil do aposentado brasileiro? Pode ser o de um indivíduo que recebe parcos vencimentos do INSS e passa os dias sem a tranquilidade que merece quem trabalhou a vida toda. Ou pode ser o de uma pessoa que desfruta do sossego que caracteriza os mais previdentes.

O advogado Carlos Edmundo Heyn enquadra-se no segundo caso. Aos 56 anos, ele ainda contribui para a Previdência Social, mas há um ano e meio recebe benefício da OABPrev SP.

Há cerca de 11 anos Heyn transferiu os recursos que possuía em um fundo empresarial, patrocinado pela companhia na qual trabalhava, para a previdência da advocacia. Pouco tempo depois, fez o mesmo com os valores que detinha em outro fundo, este ligado à nova empresa na qual passara a trabalhar.

“A principal razão para eu preferir a OABPrev SP foi a ausência de taxa de administração para o participante. Além disso, eu procurava um perfil conservador de investimento”, conta Heyn, que hoje trabalha em seu escritório próprio de advocacia e presta consultoria na área de compliance. Faltam sete anos para ele se aposentar pelo INSS.

“Como ainda estou iniciando as atividades de consultoria, não teria como desenvolvê-las só com o escritório. A OABPrev me dá condições de fazer isso”, salienta.

Também economista, Heyn lembra que começou a adquirir cultura previdenciária há cerca de 25 anos, quando foi trabalhar em uma multinacional bastante evoluída nesse campo. Hoje, recomenda aos mais jovens que comecem a poupar o mais cedo possível, e alerta: “Não vale a pena contribuir exclusivamente para o INSS”.

Pode-se afirmar que Carlos Edmundo Heyn conhece o ramo da previdência privada, bem como a economia brasileira. Tanto que faz ponderações pertinentes sobre políticas de investimento. “Com a queda dos juros, é necessário mais arrojo por parte dos fundos de previdência, de modo a que se tornem atrativos para os jovens”, diz. Sobre o fundo da advocacia, afirma: “Eu sempre torci para a OABPrev SP crescer ao ponto de fazer investimentos como os grandes fundos estatais. Me parece que ela tem um boa gestão e está no caminho certo”.

O patrimônio da OABPrev SP aproxima-se da marca de 1 bilhão de reais. Com 51.123 participantes ativos, cuja idade média é 39 anos, a entidade já paga benefícios a 255 pessoas (92 aposentadorias programadas, 144 pensões por morte e 19 por invalidez). O pagamento médio é de 1,9 mil reais.

Mais Notícias OABPrev

O novo presidente da OABPrev SP carrega na bagagem 22 anos de advocacia e três gestões como presidente da Subseção de Campinas da OAB SP. No plano de previdência da advocacia já foi diretor administrativo e de Benefícios, membro e vice-presidente do Conselho Deliberativo. Aos 45 anos, Daniel [...]

“É fundamental uma aproximação maior entre a OABPrev SP e as Subseções da OAB.  Na verdade, é justamente essa aproximação que servirá de mola propulsora para aumentar o número de adesões”. As palavras são de Leandro Aguiar Piccino, novo presidente do Conselho Deliberativo do fundo de previdência da [...]

Transparência absoluta e rigor no cumprimento da Lei Geral de Proteção de Dados estão no foco da nova presidente do Conselho Fiscal da OABPrev SP, Luiza Gomes Gouvêa Miranda. Advogada desde 2010 e atual secretária-geral adjunta da Subseção de Franca da OAB SP, ela é direta ao comentar [...]

Fale com nosso chat